Feliz Natal!
Notícias
International Career Management: a história de Pedro Figueira
Março 22, 2017

Pedro Figueira – um dos oradores do seminário “International Career Management”, que decorreu na AESE Business School a 9 de março de 2017 – abrilhantou o painel com a sua incrível experiência profissional.

À distância, e com a sua imagem projetada numa das paredes da sala, cativou de imediato a audiência, introduzindo notas de humor nos invulgares detalhes da sua história.


A tomada de decisão

Era Agosto e estava no Algarve, a dar banho à sua filha. Era o dia do seu aniversário e tudo parecia tranquilo. O telefone tocou e a voz do outro lado da linha lançou-lhe o convite de assumir a Direção de Vendas da Colgate no Chile. Hoje, confessa que sentiu a surpresa cair-lhe no colo.

Pedro já tinha manifestado interesse em progredir para uma carreira internacional. Porém, não esperava aquela chamada, naquele momento. Falou com a mulher e, em conjunto, tomaram a decisão de avançarem para uma aventura que mudaria as suas vidas para sempre.

Todos os detalhes desta história são incríveis e por vezes até parecem engendrados, mas o facto é que a mulher de Pedro descobriu que estava grávida, pouco depois da primeira visita ao Chile, e foi lá que nasceu a segunda filha do casal.


Planeamento

A Colgate, empresa na qual cresceu, sempre foi exímia no acompanhamento a situações de expatriação. Os processos estão estruturados e existe uma área, centralizada na sede da empresa, em Nova Iorque, que se foca na coordenação da mudança.

Como já falava Espanhol, bem como a sua mulher, a questão da língua não seria uma barreira a considerar. Nessa rápida fase de transição, seriam outros os aspetos a ponderar, nomeadamente que passariam a viver num país culturalmente diferente e que se localizava no outro lado do Atlântico, muito longe da família.


Os desafios

Pedro e a família permaneceram dois anos no Chile. Todos sentiram esta experiência como sendo gratificante e Pedro sabe que foi necessária para evoluir como profissional e estar apto a aceitar novos desafios.

Foi assim que chegou a próxima proposta: conhecer o outro lado do mundo – as Filipinas. Este foi o país que requereu um maior ajustamento do estilo de vida e de trabalho, o que se diluiu completamente no Brasil, local que se seguiu com uma mudança de função para Customer Marketing Director e que fez com que todos se sentissem um pouco em casa: “Foi uma experiência fabulosa; trabalhei com profissionais extraordinários, muitos dos quais ainda são meus amigos.”

Depois do Brasil, seguiram-se os Estados Unidos como Global Customer Director da conta Walmart, onde – num pequeno estado - se sentiram mergulhados num pedaço “despovoado” de terra. Os “nativos” eram muito civilizados mas fechados, o que contrastava grandemente com o perfil dos excêntricos brasileiros. Foi um período de complexa adaptação para Pedro e para a mulher, apesar de saberem que as filhas reencontraram uma liberdade que lhes teria sido retirada no Brasil (devido à insegurança).

A mais recente mudança foi acompanhada com uma proposta única a nível profissional: General Manager responsável por um conjunto significativo de países de África. Hoje sabe que voltaria a tomar as mesmas decisões.

Para Pedro, a sua experiência em todos os países foi relevante. Cada um deles possui mercados específicos e culturas ímpares. Na verdade, não há nada que possa apagar a riqueza que retirou de cada experiência vivida.


Conselhos

Pedro termina a sua interessante intervenção com a nota de que o facto de vivermos num mundo global ser irreversível. Todos deveremos encarar-nos como cidadãos globais, mas existem pontos de relevo quando consideramos uma experiência internacional:

  • Tem de haver abertura pessoal para o desafio;
  • O apoio familiar é crucial;
  • A vontade de crescimento profissional tem de ser forte e determinada;
  • A compensação que acompanha a responsabilidade é igualmente importante e deve ser considerada;
  • Devemos manter a mente aberta e alimentar a sua curiosidade por novas experiências, culturas, e desafios.

Escrito por: Carolina Taveira (ELPing)